Foto Presidente

O Presidente da Junta de Freguesia de Alfena, Arnaldo Pinto Soares, deu uma entrevista ao Jornal Novo de Valongo, onde faz um balanço do mandato que está na fase final. Falou das conquistas alcançadas, lamentou o que ficou por fazer e das relações com a Câmara Municipal de Valongo. Apontou, ainda, o caminho que pretende seguir se os alfeneneses voltarem a confiar-lhe o voto nas eleições marcadas para 1 de outubro. Pode ler aqui a entrevista na integra.

 

Como classifica os três anos e 8 meses deste mandato à frente da Junta de Freguesia?

Está a ser um mandato de muito, muito trabalho e essencialmente virado para as pessoas. Alfena é uma terra em franco crescimento mas há ainda muito a fazer pelo desenvolvimento da nossa terra. Temos consciência de que Alfena está a mudar, mas só com muito trabalho, dedicação e luta política se vai conseguindo um pouquinho do muito que ambicionamos para a nossa terra. Temos a certeza de que Alfena merece mais, merece muito mais e por isso esta luta diária para que os Alfenenses tenham o que merecem.

Quais as principais intervenções e acções da Junta que foram efectuadas na Freguesia?

Muita foi a actividade da Junta de Freguesia. Desde logo e no início do mandato tivemos a preocupação de por em funcionamento a Plataforma Solidária. Remodelámos o antigo Jardim de Infância de Cabeda e nele funcionam um amplo conjunto de serviços de apoio a todos os Alfenenses. Para nós as pessoas sempre estiveram e estarão em primeiro lugar.

Terminámos as obras no Espaço Multiusos. Foi um investimento conjunto da Câmara e da Junta, investimento que já vinha do mandato anterior. Foi possível por em funcionamento a Feira Semanal, a Feira Mensal de Antiguidades e ali se realizam também inúmeras actividades recreativas e culturais.

A Junta de Freguesia adquiriu a antiga sede do Centro Popular de Trabalhadores e transformou-a na Casa das Associações em espaço onde as nossas associações poderão ter a sua sede e desenvolver as suas actividades. Um edifício com memória que não quisemos perder e que é hoje património da freguesia.

O Parque Vale do Leça é a grande obra deste mandato. Desde sempre foi um sonho tirar proveito das margens do nosso Rio Leça. Conseguimos chegar a acordo com os proprietários e hoje estamos a preparar cerca de 60.000 metros quadrados nas margens do rio, para que a população possa usufruir. Um sonho de que todos falavam, mas que parecia impossível de alcançar e que se está a concretizar. Será obra para muito tempo, pois há ali muito dinheiro para investir. Esperamos continuar a ter a ajuda da Câmara e caso haja fundos comunitários apresentaremos uma candidatura. Aos poucos o sonho vai-se tornando realidade.

O Centro de Saúde é outra grande conquista. Os Alfenenses lembram-se que em 2007 nos queriam mandar para Ermesinde e encerrar o Centro de Saúde de Alfena. Nessa altura já os “Unidos por Alfena” lideravam a Junta de Freguesia.

Opusemo-nos a essa situação, lutamos, insistimos e finalmente temos a prova de que todo o esforço valeu a pena. Em breve começará a ser construído o Novo Centro de Saúde de Alfena.

O que ficou por fazer e quais os grandes projectos que defende para o futuro?

Está tanta coisa por fazer!!! Alfena tem uma localização óptima e é procurada cada vez mais, por empresários que aqui se querem instalar. O investimento é fundamental para o crescimento duma terra mas as infraestruturas públicas têm que acompanhar esse crescimento. Veja as ruas! Alfena continua sufocada com trânsito na Rua São Vicente e na Rua 1º de Maio. Tanto a Rua São Vicente como a Rua 1º de Maio têm que ser totalmente requalificadas. É necessário criar segurança e dar beleza, dar um aspecto citadino a estas vias. É preciso criar ruas novas de acesso ao interior dos lugares. Temos que retirar o trânsito de passagem da 1º de Maio. Quem mora junto à 1º de Maio, ou quem precisa de a atravessar tem a vida num inferno. É necessário construir uma variante que passe ao lado da nossa cidade. É necessário recuperar ruas e passeios por toda a cidade. Está tudo num estado lastimoso.

No próximo mandato temos que construir um novo edifício da Junta de Freguesia, estamos já a trabalhar nesse sentido. A actual Junta não tem quaisquer condições nem de trabalho, nem de atendimento a todos os Alfenenses. Tem que ser construído um edifício onde todos os serviços da Junta estejam reunidos e não dispersos como agora. Torna-se imperioso o alargamento do cemitério e a construção de uma nova capela mortuária. A construção da Oficina do Brinquedo está em marcha e Alfena é cada vez mais “A Terra do Brinquedo”. Há muitos, muitos outros sonhos para concretizar, mas eles aparecerão em breve no nosso Programa Eleitoral.

Como tem sido a articulação com a Câmara?

Como todos sabem as capacidades financeiras da Junta de Freguesia são muito pequenas, quem tem um orçamento gordo, de mais de 30 milhões de euros, é a Câmara. A Junta de Freguesia sempre esteve e estará disponível para colaborar e dialogar com o Município. Mas quem nos conhece sabe que não deixaremos nunca de defender aquilo que achamos que é justo para Alfena e para os Alfenenses. Pensámos que este Presidente da Câmara ia ser diferente, mas infelizmente enganámo-nos redondamente e enganaram-se muitos Alfenenses. E começando pelos acordos de execução, ou seja a transferência para as Juntas de Freguesia da limpeza de bermas, valetas e jardins. Ainda se lembrarão os Alfenenses de como quando era a Câmara a fazê-lo.

Hoje pode não estar perfeita mas pensamos que está muito melhor. A Junta de Freguesia assinou um acordo com a Câmara mas que esta não cumpriu, tendo inclusive a Junta um processo em tribunal contra a Câmara. Depois o Sr. Presidente da Câmara mandou um panfleto a dizer que dava dinheiro à Junta para varrer todas as ruas 5 vezes por semana. Mas o Sr. Presidente da Câmara mentiu, pois o que ele diz para além de não ser verdade seria impraticável.

O outro exemplo de como o Sr. Presidente não respeita Alfena passou-se com o Alfenense. No âmbito das candidaturas apresentadas pelo Atlético Clube Alfenense no montante de 600 mil euros, apenas 400 mil eram comparticipados por fundos comunitários. O Atlético Clube Alfenense pediu apoio de 100 mil euros à Câmara e o Sr. Presidente negou. Não tivesse sido a intervenção da CDU e do PSD e o Alfenense não teria recebido os 100 mil euros. No entanto, a Câmara tem um estádio de futebol e dois pavilhões em Sobrado, um campo de futebol e 2 pavilhões em Campo, um estádio municipal e um pavilhão em Valongo, vai ter que pagar um milhão e meio pelo campo de futebol do Ermesinde e tem também em Ermesinde o complexo desportivo dos Montes da Costa e um pavilhão. E em Alfena o que é que tem? Nada, mas nem assim queria dar os 100 mil euros para ajudar. Mas as injustiças não se ficam por aqui. Quem paga as contas da água, luz, gás, manutenção nos equipamentos municipais nas outras freguesias é a Câmara, em Alfena é o Alfenense. Saibam que por ano só no estádio municipal de Valongo e no pavilhão municipal, a Câmara gasta cerca de 115 mil euros que é dinheiro de todos nós.

Mas se olharmos para o investimento municipal realizado ao longo dos últimos anos em Alfena é uma desgraça. O investimento da Câmara realizado em Alfena nos últimos três anos, representa cerca de 5% do investimento total realizado pelo Município.

Acham que Alfena merece tão pouco? Alfena está a crescer, há um forte investimento privado mas em termos de públicos, o investimento tem sido muito pouco. Vejam ainda agora com a Jerónimo Martins. A Câmara recebeu mais de 500 mil euros de taxas do empreendimento e não foi capaz de preparar um acesso a zona industrial. Vejam o caos em que está a Rua Nossa Senhora do Amparo. Alfena tem cerca de 20% da população do Concelho e o investimento municipal continua a ser pouco.

Não nos interessa a cor de quem governa a Câmara, o que nos interessa é a forma como a Câmara trata Alfena, pois os Alfeneneses também pagam impostos. Não é justo aquilo que esta Câmara tem feito a Alfena. Não é com boas palavras e com simpatia que Alfena melhora a sua qualidade de vida. Os Alfenenses têm direito e merecem mais investimento municipal. Quando falamos da Câmara não podemos meter tudo no mesmo saco. Agradecemos o apoio dos Vereadores da CDU e os Vereadores do PSD. A Junta tem uma boa relação institucional com todos, mas no final o que fica é a obra feita e esta Câmara tem feito muito pouco por Alfena.

0
0
0
s2sdefault