A Diabetes Mellitus é considerada uma das epidemias mais marcantes do século XXI. Este foi o tema central de mais uma tertúlia do Grupo de Voluntariado de Alfena, que decorreu no dia 22 de abril, à noite, no Centro Cultural de Alfena. A conversa foi liderada pela médica Carla Soares e pelas enfermeiras Astride Pires e Sandra Magalhães, no entanto, contou com uma plateia muito participativa.

Ciclo de tertúlias dinamiza centro culturalNuma altura em que cerca de 40% da população portuguesa tem diabetes ou apresenta risco aumentado de desenvolver a doença, o grupo de voluntariado entendeu ser necessário prestar alguns esclarecimentos à população e dar resposta a algumas questões, entre elas, a melhor forma de prevenir a diabetes e como reconhecer os primeiros sintomas da doença.

Uma vez que se deparam com alguns doentes já diagnosticados, acabaram também por abordar uma outra questão – como viver com a diabetes? As técnicas deixaram alguns conselhos mas, acima de tudo, o encontro permitiu uma partilha de experiências com a plateia.

“Contratos, burlas e furtos” foi o tema da tertúlia do mês de maio. No dia 27 de maio, a advogada Mara Almeida Pereira começou por falar sobre cláusulas contratuais gerais, que estão presentes nos contratos de seguros, cartões de crédito, contratos de crédito ao consumo, contratos de empresas de telecomunicações, que “muitas vezes são abusivas e desconformes” com a vontade das partes. Por isso, avisa, “tem de se ter cuidado com elas”.

Mara Almeida Pereira falou também dos contratos celebrados à distância, que podem ser celebrados nos locais de trabalho dos consumidores; os celebrados em reuniões, em que a oferta de bens ou de serviços é promovida através de demonstrações, por exemplo, reuniões da tupperware, ou excursões, ou reuniões em hotéis.

A advogada não esqueceu de mencionar o uso abusivo e os cuidados a ter com os documentos identificativos. Chamou a atenção para a não entrega de documentos identificativos a terceiros. També não devem ser facultadas fotocópias. “É uma forma de evitar eventuais burlas”, lembrou.

Falou ainda do devido direito ao arrependimento na compra de bens e do direito à resolução dos contratos.

Da plateia surgiram algumas dúvidas, sobretudo, sobre as compras online e os presentes deram alguns exemplos de tentativas de burla.

A última tertúlia deste ciclo está marcada para o dia 1 de julho, pelas 21h30, no Centro Cultural de Alfena. O encontro vai ser dinamizado pelo psicólogo Tiago Sá Balão, que vai falar sobre “Os desafios das relações amorosas”.

0
0
0
s2sdefault